Frei Daniel é eleito presidente da nova Conferência Franciscana do Brasil e Cone Sul

 

As eleições do presidente e dos coordenadores dos serviços da 1ª Conferência Franciscana do Brasil e do Cone Sul foram os destaques neste quarto dia (24/3) da 1ª Assembleia Ampliada, que está em andamento na Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família, no bairro Ipiranga, em São Paulo.

O novo governo da Conferência terá como presidente o argentino Frei Daniel Alejandro Fleitas Zeni, Ministro Provincial da Província de São Francisco Solano, com sede em Córdoba, Argentina, tendo como vice-presidente o brasileiro Frei Fernando Aparecido dos Santos, Custódio da Custódia do Sagrado Coração de Jesus (SP e MG). O Ministro Provincial da Província São Francisco de Assis (RS), Frei Marino Rohden, foi eleito secretário e o Definidor e Ecônomo da Província da Imaculada Conceição, Frei Robson Scudela, foi eleito Ecônomo.

O serviço de Evangelização e Missão terá como primeiro coordenador, Frei Edgard Alves Pereira e, como segundo, Frei Cesar Sosa. Já o Serviço de Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC) terá como primeiro coordenador Frei Alejandro Verón; como segundo, Frei Marx Rodrigues e Frei Joao Pablo. A educação terá quatro coordenadores: 1. Frei Claudino Gilz, 2. Frei Horacio Duarte, 3. Frei Alex Oliveira Almeida e 4. Frei Claudio Equiza. A Formação e Estudos elegeu: 1. Frei Fernado Ferrario e 2. Frei Marcos Andrade, enquanto a Formação Permanente será animada por Frei Marcos A. Bizerra de Melo. A Animação Vocacional terá: 1. Frei Jeâ Paulo Andrade e Frei Luis Cisterna.

Frei Daniel tem 52 anos e é natural de Salta, no Norte da Argentina. Ingressou na Ordem dos Frades Menores em 1988 e fez a Profissão Solene em 1994. Foi ordenado presbítero em 2000. Antes de ser eleito Ministro Provincial da Província São Francisco Solano em 2016, Frei Daniel foi mestre dos Professos Temporários por 11 anos, mestre dos postulantes por 4 anos, Secretário da Formação e Vigário Provincial por 9 anos. O novo presidente tem Licenciatura em Psicologia, curso que fez em Roma por cinco anos.

Frei Daniel agradeceu aos Ministros e Custódios, que confiaram a ele a animação desta Conferência e encarou com alegria e disposição de trabalhar “pela comunhão e colaboração do nosso carisma”.

 

Que avaliação o sr. faz desta Assembleia?

Na reunião com os Ministros e Custódios, fizemos uma avaliação e creio que superamos as expectativas para esta Assembleia, para este passo novo da Conferência. A avaliação que fizemos foi positiva, em primeiro lugar pela disposição dos frades. Eles receberam como boa notícia este novo passo, depois destaco a participação, a escuta, o intercâmbio que houve entre os irmãos, numa boa troca de experiências. Isso foi mais do que esperávamos. Me alegro com as conclusões que chegamos.

Que perspectivas se apresentam para o sr. esta nova entidade?

A primeira é conhecer mais as Províncias, suas experiências, riquezas e valores. Essas experiências podem nos acompanhar, ajudar-nos nas nossas limitações, nas nossas necessidades que teremos. Creio que a Ordem, a Cúria Geral, nos convida a repensar e apontar a vida religiosa que queremos? Que Ordem queremos viver neste tempo? Qual Ordem que teremos para, juntos, animar e apoiar? Enfim, que animação franciscana queremos para Brasil, Paraguai e Argentina?

Como fazer a animação de uma entidade tão grande, talvez a maior da Ordem?

Sim, ela é a maior da Ordem. Creio que é importante confiar nos irmãos e na disposição dos que foram eleitos para os serviços. A comunicação também será muito importante neste momento para criar vínculos novos. Creio que este é o momento de aproveitar esta energia, esse entusiasmo, esse intercâmbio. Não podemos perder esse entusiasmo criado.

A próxima Assembleia da Conferência será de 25 a 27 de agosto na cidade de Lambaré, próxima da capital Assunção, no Paraguai.

 

 

O GESTO DE CLARA

O dia começou com a Celebração Eucarística, às 7 horas, na capela da Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família e foi presidida pelo presidente da União das Conferências Franciscanas da América Latina (UCLAF), José Alírio Urbina Rodriguez, e concelebrada pelo Ministro Provincial da Província da Imaculada Conceição, Frei Paulo Roberto Pereira, e pelo Ministro Provincial da Província da Santíssima Trindade (Chile), Frei Carlos Paz.

Na leitura de um trecho do livro “Sabedoria de um pobre”, o autor Eloi Leclerc diz que Clara sabia que Francisco apreciava muito flores. “E pensava que isso o ajudaria a arrancar do seu coração as plantas amargas. — Agradeço-vos — disse Francisco tomando o saquinho das sementes. Terei nisso muito gosto. Semeá-las-ei. E, com Leão, despediu-se de Clara e de suas irmãs”. Este gesto foi repetido pelos frades durante a Missa. Os provinciais entregaram para seus confrades saquinhos com sementes de flores.

Nos espaços de animação, os frades tiveram como tarefas: recordar para que foi convocada a Assembleia:  descobrir o nascimento de uma nova Conferência, um novo espaço de animação para nossas entidades em nossos países, conhecer e compartilhar e propor caminhos de animação; O que precisamos de mais importante de cada serviço de animação para este momento? Propostas de ação, agenda possível e modos de comunicação; mediações de curto e longo prazo; recolher as experiências e propô-las? Criar e/ou transformar novas possibilidades e propostas dos irmãos para a animação.

O dia também foi reservado para a foto histórica desta primeira Assembleia da nova Conferência do Brasil e Cone Sul.

 

MEMORIAL SANTA PAULINA

Os frades que estão hospedados na Casa de Eventos e Hospedagem Sagrada Família, no bairro do Ipiranga (SP), fizeram ‘um tour’ nesta quinta-feira (24) no Memorial Santa Paulina. Conduzidos pela Ir. Luciana Feitosa, conheceram a trajetória histórica da primeira santa brasileira, mulher humilde e corajosa que trilhou o caminho da santidade; o oratório, onde ela costumava fazer suas orações; a cronologia de sua vida; e os objetos de uso pessoal.

Santa Paulina morreu aos 76 anos, nesta Casa Geral em São Paulo, dia 9 de julho de 1942, com fama de santidade, pois viveu em grau heroico as virtudes de fé, esperança e caridade e demais virtudes. Nesta Casa ela passou os últimos 24 anos de sua vida.

O Memorial mostra os passos missionários da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, em diferentes países. Com os pais, irmãos e outras famílias da região de Trentino Alto Ádige, emigra para o Brasil em 1875 e, antes de completar dez anos, passa a morar em Vígolo, na cidade de Nova Trento, em Santa Catarina, na região sul do Brasil.

Madre Paulina foi canonizada no dia 19 de maio de 2002, na Praça de São Pedro, e passou a ser chamada de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus.

 

Fonte: https://franciscanos.org.br/noticias/frei-daniel-e-eleito-presidente-da-nova-conferencia-franciscana-do-brasil-e-cone-sul.html#gsc.tab=0

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Share on print